As dietas proteicas como a dieta South Beach e a dieta Atkins são bastante populares e  baseiam-se no controlo da produção de insulina, como forma viável para perder peso.  Embora a South Beach esteja inspirada na Atkins, no entanto as duas dietas apresentam algumas diferenças.

Como dietas proteicas que são ambas restringem os hidratos de carbono e promovem o aumento do consumo de proteínas, no entanto a South Beach, criada pelo cardiologista Dr. Arthur Agatston, ao contrário da Atkins, pretende ser uma dieta mais equilibrada, ao encorajar o consumo de um grande leque de alimentos tais como frutas, legumes, grãos, frutos secos e gorduras saudáveis.

Principais diferenças entre a dieta de South Beach e a dieta Atkins

Gorduras: uma das diferenças mais óbvias entre os dois planos, diz respeito ao tipo de gordura. Neste sentido, ao contrário da dieta  Atkins, a dieta de South Beach minimiza o consumo de gorduras saturadas, como as encontradas nas carnes gordas, no bacon, queijos e manteiga (muito típicas da Atkins, que não proíbe este tipo de gordura) e promove o consumo de gorduras saudáveis, nomeadamente das gorduras monoinsaturadas (azeite, canola), que fazem aumentar os níveis de HDL, o chamado “bom” colesterol e das polinsaturadas encontradas nos ácidos gordos ómega 3, benéficas para o coração.

Contar gramas de Hidratos de carbono vs porções de hidratos de carbono: a maneira de contabilizar os carboidratos é diferente nas duas dietas. Enquanto a dieta South Beach não é tão estrita, uma vez que permite desde a primeira fase porções ilimitadas de legumes e verduras sem amido, o que provavelmente seja para a maioria das pessoas um método mais simples de seguir,  já a Atkins conta as gramas de hidratos de carbono líquidos (sem fibra) das doses de verduras e legumes em todas as suas fases, o que pode dificultar o acompanhamento da dieta.

Semelhanças entre dieta de South Beach e a dieta Atkins

Depois de vermos as principais diferenças entre a dieta South Beach e a dieta Atkins, também existem algumas semelhanças que cabe mencionar, estas são as principais:

Estrutura: A estrutura das duas dietas é quase idêntica. Ambas começam com uma primeira fase restritiva em hidratos de carbono, com duração de aproximadamente duas semanas. Embora ambas possam parecer ter aproximadamente a mesma quantidade de hidratos de carbono, é possível que a Atkins (fase Indução) seja muito mais restritiva. Na segunda fase, ambas começam a adicionar gradualmente hidratos de carbono, até que, cada pessoa encontre o seu nível ótimo de hidratos, ou seja a quantidade que não vai fazer engordar. Nas fases posteriores, quando o peso desejado é alcançado, passam para a última fase, a chamada fase de manutenção.

Hidratos de carbono”bons” e “maus”: embora esta maneira de diferenciar os hidratos seja própria da South Beach, tanto a Atkins e a South Beach desaconselham comer hidratos de carbono refinados (açúcar, farinha branca, doces, refrigerantes, bolachas… etc.).

Gorduras maléficas: relativamente às gorduras, um ponto em comum, nas duas dietas é o facto de que, ambas alertam do perigo das gorduras trans, devendo ser evitadas em qualquer plano.

Ambas levam à perda de peso

Ambas dietas prometem uma grande perda de peso nas duas primeiras semanas. Após a fase inicial, tanto numa como na outra, a perda de peso reduz-se a 1 kg por semana. O resultado final, é que com ambas é possível perder peso. Ainda outro factor a favor da dieta de South Beach é a  recomendação da prática do exercício físico.