O plano alimentar de manutenção do chamado Plano Total 10 do Dr. Oz é um plano de manutenção, que como o seu nome indica, serve para manter o peso perdido nas semanas anteriores.

Pode ver aqui as duas primeiras semanas da dieta rica em proteína do Dr. Oz.

O objetivo agora, no plano de manutenção, é transformar a dieta num estilo de vida. Para tal deve continuar a manter os hábitos saudáveis que adquiriu ao longo das duas semanas -a fase de emagrecimento rápido do Plano Total 10 -, e introduzir pouco a pouco alguns grupos de alimentos, bem como, o cumprimento de algumas regras, para não voltar a ganhar peso.

Plano alimentar de manutenção

Semana 1: Lácteos com baixo teor de gordura

Introduza novamente na sua dieta os produtos lácteos como o leite, queijo e manteiga (tudo magro ou pobre em gordura). Se se sentir bem, continue. Mas se notar inchaço ou que ganhou peso ou alguma outra intolerância ou reação adversa, como mau humor, evite-os ou retire-os da sua alimentação.

Semana 2: Frutas de baixo índice glicémico

Volte outra vez, se assim o deseja, a reintroduzir na sua dieta as frutas, preferencialmente as de baixo índice glicémico, ou seja, as que não fazem subir muito o açúcar do sangue, como as peras, laranjas, mangas e pêssegos…

Semana 3: Cereais integrais

Introduza novamente na sua dieta, pão, massas e outros grãos integrais, mas faça-o antes das 14:00 horas. Isto quer dizer que só pode comê-los ao pequeno almoço e ao almoço. Lembre-se que, esta é uma dieta, onde a proteína é o ingrediente principal, sendo os carboidratos, que foram retirados nas duas primeiras semanas, agora reintroduzidos no plano alimentar de manutenção, mas com moderação e só até à hora do almoço.

Principais regras do plano alimentar de manutenção:

Regra nº 1: Voltar a introduzir os grupos de alimentos

Os grupos de alimentos acima referidos (lácteos, cereais e frutas) devem ser reintroduzidos um de cada vez por semana. Quer dizer, se numa semana introduziu os lácteos, espere até à semana seguinte para introduzir a fruta ou os cereais. Como o seu corpo esteve sem estes alimentos durante as últimas duas semanas, pode não reagir bem ao voltar a comê-los. Sendo assim, comece primeiro por testar um de cada vez. E, em cada refeição, a quantidade a comer é apenas de meia chávena, para assim, minimizar o efeito de qualquer reação menos favorável que possa surgir.

Regra nº 2: Evitar os lanches açucarados

Este tipos de lanches fazem engordar, em vez disso, o ideal é comer lanches à base de proteínas, tais como húmus e legumes, ovos cozidos, rolinhos de fiambre e grão de bico. Deve sobretudo evitar lanches açucarados ou com adoçantes artificiais.

Regra 3: Pesar-se todos os dias (de manhã)

As pessoas que se pesam todos os dia têm mais sucesso a longo prazo. Veja a balança como um aliado. Se os números sobem ou descem, isso pode levá-lo a descobrir o que está a correr mal e o que pode resolver. Lembre-se, o objetivo não é o oscilar dos ponteiros da balança, mas manter sempre a motivação para fazer progressos.

Regra 4: Permite um excesso uma vez por semana

Se coloca todo o seu esforço na sua dieta para que tudo saia perfeito, deve também saber que, por vezes a perfeição pode levar ao fracasso. Por isso, este plano alimentar de manutenção permite desfrutar de uma sobremesa, uma entrada especial que sempre desejou ou um copo de vinho, mas, como é obvio, unicamente uma vez por semana.